16 de outubro de 2020 às 16:11

Bolsonaro diz que Brasil está saindo da crise causada pela pandemia


Crédito:Reprodução da internet

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sexta-feira (16), que o Brasil está saindo da crise econômica provocada pela pandemia de coronavírus e que a reação da economia nacional é uma das melhores do mundo. 

"O Brasil, na parte econômica, é um daqueles que tem melhor se saído, dando uma resposta a essa pandemia. A nossa economia tem reagido muito bem. Cada vez mais, eu acredito na palavra, no trabalho do Paulo Guedes e sua equipe, de modo que estamos saindo sim, dessa crise. Se Deus quiser, em pouco tempo, voltaremos à normalidade", afirmou o presidente. 

"Nós temos o que os outros não têm: além do povo maravilhoso, temos aqui biodiversidade, terras agricultáveis, recursos minerais, áreas maravilhosas para o turismo, temos tudo para ser uma grande nação. Tenho certeza de que, com o apoio de vocês, de todos, nós atingiremos este objetivo", afirmou Bolsonaro.

Bolsonaro participou da cerimônia de inauguração da planta de Biogás, da Raízen, em Guariba, em São Paulo. Segundo o presidente, a participação dele na cerimônia tinha como objetivo reconhecer o trabalho e também estimular outros empresários a investirem no Brasil. 

A declaração do presidente foi dada no mesmo dia em que dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que o desemprego bateu recorde e atingiu 14 milhões de pessoas na última semana de setembro. 

Relação com o agronegócio

Bolsonaro afirmou que é bem visto pelos profissionais do agronegócio devido à maneira como sua gestão atua. "É um ministério que não atrapalha a vida de vocês, muito pelo contrário, ajuda-os e muito. Relembrem, há algum tempo, como o Ibama e o ICMBio tratava vocês e como esse tratamento hoje em dia é dispensado. Nós não criamos dificuldade para vender facilidade", afirmou. 

O presidente também afirmou que a gestão luta para que o índio possa "explorar o território da melhor maneira que seja-lhe útil". 

Ministros

O presidente estava acompanhado dos ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Salles elogiou a inauguração da indústria de biogás. "O setor sucroenergético é exemplo de sustentabilidade para todo o mundo", discursou.

Albuquerque afirmou que "avançar na descarbonização da matriz energética mundial é um dos principais desafios do nosso tempo", ressaltando que, no Brasil, 17% de toda matriz energética vêm dos derivados da cana. A meta é que, em 2030, corresponda a 19%. 



Fonte: R7

comentários

Estúdio Ao Vivo