01 de novembro de 2019 às 15:28

Câmara do Rio aprova encampação da Linha Amarela


Crédito:Hudson Pontes/Prefeitura Rio

A Câmara Municipal do Rio aprovou, em primeira votação, nesta sexta-feira (1º), por 43 votos favoráveis e nenhum voto contrário, a encampação da Linha Amarela. A via é administrada pela empresa Lamsa desde 1997 e tem um pedágio de R$ 7,50 em cada sentido, para carros de passeio, o que é considerado muito alto pela maioria dos vereadores.

O projeto é de autoria da prefeitura do Rio, que deseja tomar o controle de operação da via, de 17,4 km, ligando a Barra da Tijuca ao centro e ao Aeroporto Internacional do Galeão. O prefeito Marcelo Crivella permitiu na madrugada do último domingo (27), que funcionários munidos de ferramentas e tratores destruíssem as cabines de cobrança da praça do pedágio.

A prefeitura alega que a Lamsa cobrou R$ 1,6 bilhão a mais ao longo dos anos, do que o previsto no contrato de concessão. O Tribunal de Contas do Município afirmou, em relatório, que o valor cobrado a mais dos motoristas foi de R$ 480 milhões.

A segunda votação da matéria será realizada na próxima terça-feira (5), quando o texto poderá ser emendado. A Lamsa se posicionou contra a tomada da concessão e indicou que irá buscar seus direitos na Justiça.

Fonte: Agência Brasil

comentários

Estúdio Ao Vivo