15 de setembro de 2020 às 20:03

Macaé: Saúde aborda prevenção ao suicídio em encontro online


Crédito:Divulgação

Em tempos de pandemia do Coronavírus e o isolamento social, a campanha do Setembro Amarelo torna-se cada vez mais necessária. Com essa preocupação, a Área Técnica de Vigilância e Prevenção das Violências e Acidentes, da Secretaria Municipal de Saúde de Macaé, vai promover um encontro online com o tema: “Prevenção do Suicídio - O Lugar das Notificações”. Será no dia 24 deste mês, das 10h às 12h, pela plataforma Google Meet.

A mediadora do evento é a coordenadora da Área, a psicóloga Ananda Resende. A convidada da programação é a coordenadora do Serviço de Psiquiatria da Secretaria Saúde, a médica Daniela Dziuba. O público-alvo são profissionais, estudantes ou qualquer pessoa que tenha interesse em se aprofundar sobre o assunto técnico. Para se inscrever, basta acessar o link: http://bit.ly/redeviolencia.

O evento marcará o retorno dos encontros mensais da Rede de Vigilância das Violências de Macaé, que já acontecem há quatro anos, e têm como objetivo fortalecer esse enfrentamento, aproveitando o mês para poder refletir e sensibilizar as pessoas sobre esse tema tão complexo e delicado.

"É importante frisar que esse é um tema que tem que ser discutido o ano todo, não apenas durante o mês. Além de pensar a prevenção, vamos buscar reflexão sobre a importância das notificações de violências autoprovocadas para ajudar na inserção dessas pessoas na rede de cuidados do município, e também para auxiliar na geração de políticas públicas mais condizentes com a realidade", explica Ananda Resende, acrescentando que, em breve será anunciado o calendário das próximas reuniões virtuais até o mês de dezembro.

A psicóloga acrescenta que é importante trazer à tona a questão dos sinais de alerta e fazer com que as pessoas tenham mais acesso a essas informações, para que estejam atentas aos sinais, consigo ou com o outro, e saber como procurar auxílio e poder ajudar. “É sempre bom lembrar onde se pode obter ajuda na rede pública de Macaé. E acreditamos - e isso vem favorecendo o trabalho – que quando falamos de algo, desmistificamos, diminuímos os tabus e conseguimos cuidar melhor e prevenir as consequências e incidências desses atos”, ressalta Ananda.

Fonte: Site Prefeitura de Macaé

comentários

Estúdio Ao Vivo