13 de janeiro de 2020 às 17:11

Número de afogamentos é considerado alto pelos Bombeiros

Nos cinco primeiros dias do ano foram 34 salvamentos no litoral de Macaé

Crédito:Divulgação / CBMERJ

O Corpo de Bombeiros de Macaé vem intensificando os trabalhos de prevenção nas praias da cidade para evitar os afogamentos que são comuns nesta época do ano. Segundo o comandante do 9º Grupamento dos Bombeiros de Macaé, Luiz Fernando Shinkado, apenas nos cinco primeiros dias do ano foram 34 salvamentos no litoral de Macaé. Em 2019 foram 562 resgates de pessoas afogadas com sete óbitos. Em 2017 e 2018, Macaé foi a terceira cidade com a maior incidência de afogamentos em todo o estado do Rio. "Se somados os anos anteriores nós tivemos algo em torno de três mil salvamentos. Mas o número que chama atenção é o de prevenção, que é quando o guarda vida alerta os banhistas dos riscos. Em 2019 foram quase 12 mil e em 2020 esse número já ultrapassou a marca de 900." 

 

A prevenção é feita pelos 16 guarda vidas  que atuam em cinco postos que estão na faixa litorânea de Macaé: Aeroporto, Imbetiba, Cavaleiros, Pecado e Lagoa de Imboassica. Eles monitoram todas as praias onde é registrada o maior número de pessoas concentradas.  

Para que os momentos de lazer não vire uma tragédia, os comandante alerta sobre os cuidados que os banhistas precisam ter na hora de entrar no mar: "Primeira regra é saber se a praia onde ele está frequentando tem a presença do guarda vida. Segunda regra é não consumir bebida alcoólicas e alimentos pesados e em seguida entrar no mar. Outras dica importante é com relação às crianças. Todo o trabalho de prevenção e alerta serve para evitar grandes sustos.", conclui Shinkado.


Ouça nosso Podcast com a entrevista completa





Fonte: Redação

comentários

Estúdio Ao Vivo