13 de agosto de 2019 às 11:27

Raquel Dodge confirma apoio a Lava Jato, mas cobra "isenção" de procuradores


Crédito:José Cruz/Agência Brasil

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, frisou hoje (13) a importância da isenção e da imparcialidade do Ministério Público, assegurada pela Constituição, e reafirmou seu apoio à Operação Lava Jato, mas cobrou que todos os procuradores expressem “nos atos e nas palavras” a independência da instituição.

“A independência do Ministério Público (MP) está assegurada na Constituição e nas leis. Mas precisa ser vivida nos atos e nas palavras de cada membro da instituição, sabendo que o que faz ou deixa de fazer é capaz de refletir sobre todos e todas”.

Fonte: Agência Brasil

comentários

Estúdio Ao Vivo