20 de maio de 2020 às 11:53

Regina Duarte deixa a Cultura por 'saudade da família'

Anúncio foi feito por Bolsonaro em vídeo no Twitter com a atriz; Regina Duarte assumirá a Cinemateca de São Paulo.

Crédito:Foto: Fátima Meira / Futura Press

A atriz Regina Duarte deixou a Secretaria Especial da Cultura, cargo que ocupava havia dois meses, na manhã desta quarta-feira (20). O anúncio da saída foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro ao lado de Regina, em vídeo no Twitter. A agora ex-secretária disse estar "sentindo falta da família" e, segundo Bolsonaro, vai assumir a Cinemateca de São Paulo. 

"Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias", escreveu o presidente. O anúncio foi dado após ele e a atriz se reunirem no Planalto para um café da manhã.

Regina agradeceu a Bolsonaro pela função na Cinemateca, ainda ligada à pasta. "Eu acabo de ganhar um presente, que é um sonho para qualquer pessoa de comunicação, de audiovisual, de cinema, de teatro, o convite para fazer Cinemateca. É um braço da cultura que funciona lá em São Paulo e é um museu de toda a filmografia brasileira, e ficar ali secretariando o governo dentro da cultura na Cinemateca. Pode ter um presente melhor do que esse? Obrigada, presidente". 

A atriz assumiu a secretaria em 4 de março, com a missão de "pacificar" o embate entre a classe artística e a indústria da cultura com o governo capitaneado por Bolsonaro. 

 

Fonte: terra

comentários

Estúdio Ao Vivo