14 de março de 2019 às 09:45

TJ decreta prisão de investigados pelo desastre em Brumadinho


Crédito:Divulgação/Corpo de Bombeiros

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) decretou a prisão de 11 funcionários da Vale e dois da empresa terceirizada Tüv Süd, investigados no processo que apura responsabilidades pelo rompimento da barragem em Brumadinho. A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça negou, por unanimidade, habeas corpus impetrados em favor dos funcionários.

Com a decisão, os 13 terão de cumprir a prisão temporária decretada pelo juiz da comarca de Brumadinho, Rodrigo Heleno Chaves. Conforme nota do TJMG, os funcionários da Vale são investigados por envolvimento no rompimento barragem de Brumadinho. Os engenheiros da Tüv Süd atestaram a estabilidade da barragem.

Fonte: Agência Brasil

comentários

Estúdio Ao Vivo