Macaé: Pescadores macaenses participam de curso para obter Caderneta Pop

Vinte e nove pescadores de Macaé buscam a profissionalização por meio do curso Pescador Profissional na categoria POP, oferecido pela Marinha em parceria com a prefeitura e que resultará na entrega da Caderneta Pop, carteira de habilitação de Pescador Profissional necessária para a condução de embarcações pesqueiras. O curso teve início nesta segunda-feira (30) e prossegue até o dia 17 de setembro, no auditório do Paço Municipal. Este é o primeiro evento do tipo em 2021.

A solenidade de abertura contou com a participação do prefeito Welberth Rezende, que pontuou a importância da profissionalização dos pescadores macaenses, que atuam em uma das principais atividades econômicas do município. "A prefeitura tem investido, buscado melhorias e tem olhado com carinho para o pescador. Firmamos essa parceria com a Marinha, que possibilitou aumentar o número de vagas do curso que, inicialmente, seria de 15 participantes", pontuou Welberth.

O secretário adjunto de Pesca e Aquicultura, Jair Gomes de Barcelos Júnior, e do Comandante da Capitania dos Portos de Macaé da Marinha do Brasil, capitão de fragata Luis Olavo Athayde Zuniga, também estiveram na abertura. "A participação dos pescadores nesse curso é importante para oferecermos dignidade de trabalho. É nosso dever como órgão público oferecer essa oportunidade. Estou feliz por formar a primeira turma de pescadores profissionais de nossa gestão", pontuou o secretário. Já o comandante Athayde ressaltou a importância da Marinha para essa formação. "Aproveitem a oportunidade e tirem todas as suas dúvidas durante esses 15 dias, pois no dia 17, vocês já serão profissionais", acrescentou.

O suboficial Jefferson participou da ministração do curso, que pré-selecionou os pescadores participantes em um teste de navegação e flutuação na água. "O curso será diário no auditório da prefeitura com atividades extra-classe e o local foi escolhido por comportar a quantidade de participantes, respeitando o distanciamento social. Sempre tivemos uma forte atuação da Colônia de Pescadores. Essa parceria é muito importante", observou.

Mais segurança - Eduardo Gonçalves da Silva, pescador profissional e presidente da Colônia de Pescadores Z3 frisou que o curso é fundamental para o pescador conduzir sua embarcação e se portar no mar. "Tendo a habilitação e conhecimento de navegação, é possível ter mais segurança no mar. Em 2016, sofri um acidente no mar e se não tivesse passado por esse treinamento, eu não estaria aqui hoje", contou.

Esposa e mãe de pescador, a assistente administrativa da Secretaria Adjunta de Pesca, Rosenilda Lemos de Azevedo, explica que a caderneta pop é um documento importante, pois registra todas as atividades profissionais do pescador. "Para ser regularizado, o pescador precisa ter esse documento e é nesse curso que ele recebe todas as orientações de navegação, primeiros socorros no mar, entre outras atividades", afirma.

Comentários