Outubro Rosa é aberto no Parque Aeroporto

Começou pelo Pronto Socorro do Parque Aeroporto (PSA) o movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama e colo do útero - Outubro Rosa. A iniciativa pretende contribuir para a redução da mortalidade da doença, que é a que mais mata mulheres no mundo e no Brasil.

O público-alvo da ação foram mulheres em idade fértil, acima de 20 anos, ou na menopausa, formadoras de opinião, que possam agir como difusoras de informações em suas comunidades.

"Durante mais de um ano, em decorrência da necessidade de isolamento social devido à pandemia de Covid-19, houve uma retração da procura por exames e consultas ginecológicas. Mas, agora, estamos incentivando um retorno gradual. É necessário que as mulheres voltem a buscar atendimento e façam os exames preventivos", disse a secretária de Saúde, Liciane Furtado Cardoso.

"Hoje é o pontapé das ações da Saúde relativas ao Outubro Rosa. Ressaltamos a conscientização sobre a importância das ações de prevenção em saúde, disseminando informações", frisou o Secretário Adjunto de Atenção Básica, Luiz Carlos Braga Edmundo.

"Este é um trabalho de conscientização sobre a importância do autoexame de mama. Quando o câncer de mama é detectado precocemente, ele é 95% curável. Também informamos sobre hábitos de vida que podem prevenir a doença. O tabagismo, o alcoolismo, o sedentarismo e o sobrepeso são fatores de risco para este tipo de câncer. É recomendado ao menos três dias de atividade física por semana, e também estar atenta aos sinais de alerta", pontuou a gerente do Programa da Mulher, Renata Louredo, destacando que o risco também é aumentado para mães que tiveram seus filhos após 30 anos de idade, para mulheres que tiveram a primeira menstruação antes dos 12 anos, menopausa após 55 anos, e para as que fazem uso prolongado de hormônios. Em contrapartida, a amamentação é um fator de proteção.

A enfermeira Rita de Cássia Vilas Boas explicou, utilizando material educativo, o autoexame de mama.

Informação salva vidas

Vanuza Célia Vieira, 39 anos, faz anualmente o exame preventivo no PSA. Ela tem o hábito de fazer o autoexame das mamas e de cuidar preventivamente da sua saúde."A palestra foi um aprendizado. Para amar o próximo, primeiro é preciso amar a si mesmo, cuidando do nosso bem estar", salientou.

Já a trabalhadora do lar, Lidia dos Santos Feliciano, 39 anos, preocupa-se com este tipo de câncer, porque perdeu sua mãe e sua tia para a doença. Ela considera que com mais informação poderá se cuidar melhor.

As ações do Outubro Rosa organizadas pelo município são realizadas através de parceria entre as secretarias, especialmente Saúde, Cultura e Trabalho e Renda. A ação seguinte será na próxima semana, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Lagomar.

Comentários