Cantora riostrense lança clipe nesta sexta-feira

Entre as diversas vozes que ressoam pelos quatro cantos de Rio das Ostras, sem dúvida, a de Renata Cabral é uma das mais conhecidas. Há mais de um ano fora dos palcos por causa da Covid-19, a cantora volta a fazer um trabalho com a música, lançando o videoclipe com a canção “Vento de Viração”, do álbum Samba Negro, lançado em 2018, com lotação no Teatro Popular da Cidade. O audiovisual sairá nas mídias oficiais da cantora (Facebook, Instagram e Youtube), no dia 30 de abril, às 9h.

Diante das câmeras, Renata não poderia se apresentar num cenário melhor para falar sobre o “vento”, que são os mares e as árvores. A composição de Kadu Mauad e Roger Resende “Vento de Viração” traz como tema central o vento que varre as folhas, que dá temor com o que é frágil, que move a vela e simboliza a manifestação à religiosidade da crença e Iansã, uma das três mulheres do Orixá Xangô e a encarnação das tempestades, raios e ventos.

Na melodia, o arranjo traz o manejo do batuque afro, já pertencente à musicalidade comum de Renata, que na canção se une ao acordeão em um duelo entre voz e instrumento. Para os amigos da cantora é a “música mais completa”, com arranjos que conversam com a proposta da canção.

“Estou voltando a ser feliz de novo. Ficar fora dos palcos é muito difícil para mim porque a música faz parte do meu ser. E estou retornando dentro de um projeto completamente novo e que realmente estava faltando, que é um clipe. Aprendo muito com a equipe da produtora, que gentilmente me presenteou com este material”, disse Renata.

 

PRODUÇÃO – O clipe faz parte de um projeto que venceu o edital estadual da Lei Aldir Blanc. O objetivo é que a produtora Bali Rec apresentasse um documentário mostrando os bastidores da gravação de um vídeo musical. “Foi quando eles pensaram ‘vamos gravar o clipe da Renata? Ela já tem um CD. E foi a partir daí que começamos a nos reunir. Das dez canções do CD, apresentei quatro e eles foram unânimes na escolha de ‘Vento de Viração’”, contou Renata.

O clipe terá três locações externas e uma em estúdio. Na área aberta, a equipe gravou na Casa do Mar, com o fundo da Praia Virgem, e em Barra de São João – distrito de Casimiro de Abreu -, na Beira Rio e na Prainha.

O patrocínio é da High Supply e o clipe também tem o apoio da Fundação Rio das Ostras de Cultura, da maquiadora Ketlyn Barbosa e do espaço Casa do Mar.

Comentários